segunda-feira, 24 de dezembro de 1984

“João Ubaldo, outro baiano na lista de ‘best-sellers’”

1984-12-24
CAMBARÁ, Isa, “João Ubaldo, outro baiano na lista de ‘best-sellers’”, Folha de S. Paulo, São Paulo, 24 dez. 1984 (republicado na Folha da Tarde em 25 dez. 1984, sob o título “Receita à brasileira de um romance popular”, e também, em outro veículo, sem referência, sob o título “Viva João Ubaldo Ribeiro — Escritor baiano é sucesso com novo livro”).

IC: “... a primeira edição de dez mil exemplares esgotou-se em dias e a segunda sai na próxima semana com vinte mil exemplares. Não é muito perto de seu conterrâneo e concorrente mais famoso, mas, se não é um Jorge Amado, Ubaldo, ao menos, já se pode considerar um ‘best-seller’. Já se definiu o livro como ‘épico’, ‘epopeia’. Mas João Ubaldo, a contragosto, se permite, no máximo, usar a expressão ‘romance histórico’, apesar de considerá-la ‘cretina’. Ele admite que usa a verossimilhança histórica, ‘mas de uma forma irônica, exatamente para mostrar que a História do Brasil não teve a mínima importância para a gente do povo, porque nunca a beneficiou’”.

Nenhum comentário: