quarta-feira, 20 de dezembro de 1972

“Longamente esperada chega Tereza Batista na Bahia"

1972-12-20
Não assinado, “Longamente esperada chega Tereza Batista na Bahia", A Tarde, 20 dez. 1972.

Jornalista: “O novo romance de Jorge Amado será lançado (...) na Livraria Civilização Brasileira, (...) numa tiragem inicial de cem mil exemplares pela Editora Martins".

Jornalista: “Com sessenta anos de idade, Jorge Amado já vendeu dois milhões e meio de livros, em edições e reedições sucessivas, só no Brasil. Além disso seus romances são traduzidos em cerca de 35 idiomas diferentes”.

Jorge Amado: “Como sempre, com muita disciplina. Antes de começar a escrever, fico sempre protelando, mas, quando começo, trabalho direto. No início, trabalho apenas cinco horas por dia, e, com o desenvolver, vou aumentando o tempo de trabalho. Acordo às cinco horas, começo a escrever e, a cada dia mais, vou almoçando mais tarde”.

Jornalista: "Disse [Jorge Amado] que a literatura do Brasil só será grande, quando for uma literatura profissional".

JA: "O que se vê, por enquanto, é que vários escritores lançam um ou dois livros e largam a literatura para fazer outras coisas, a fim de sobreviverem. Só é escritor verdadeiro o bom profissional”.

Jornalista: “A respeito dos novos valores literários da Bahia, ele disse que existem bons escritores, como por exemplo João Ubaldo Ribeiro, que ele considera excelente”.

Nenhum comentário: